Notícias

Sesi Alagoas estreia na FRC de robótica com um prêmio nacional

Sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

Com apenas dois meses de treino, time da Escola Sesi Senai conquista 2º lugar entre equipes novatas

A primeira equipe formada pelo Sesi Alagoas para participar da First Robotics Competition (FRC) estreou com um grande resultado, o 2° lugar do Rookie All Star Award, prêmio de maior renome para equipes novatas na competição promovida pelo Sesi Nacional. O time, selecionado em agosto último, conta com dez alunos da Escola Sesi Senai Benedito Bentes e três técnicos.

Esta categoria é a mais complexa entre as competições de robótica da First, em que alunos do ensino médio constroem e programam robôs de até 54 kg e 1,5 metro de altura. Esse prêmio conquistado celebra a equipe novata, exemplificando um esforço de parceria jovem, mas forte, além de implementar a missão da First de inspirar os alunos a aprenderem mais sobre ciência e tecnologia.

A First é uma comunidade global de robótica que tem como objetivo inspirar jovens de 14 a 18 anos a se tornarem líderes em ciência e tecnologia, promovendo inovação e capacidade na vida dos jovens.

A competição contou com a participação de 23 equipes de escolas públicas, privadas e da Rede Sesi, que disputaram 24 prêmios especiais e a Aliança Vencedora nas disputas de arena. A premiação oficial das equipes foi transmitida ao vivo pelas redes sociais na última terça-feira (7).

A FRC é uma competição que mistura a adrenalina dos esportes com os rigores da ciência e tecnologia. Nela, os estudantes são desafiados a projetar, construir e programar robôs de tamanho industrial para competir em um jogo de arena, por meio de alianças formadas com outros times, aproximando-os do mundo da engenharia.

“Além de novato na competição, também sou novo na robótica, nunca havia participado de nenhuma outra competição da First, mas, a experiência de participar da FRC como ponto de partida foi uma oportunidade atípica para todos da equipe”, disse Artur Toledo, de 16 anos, que cursa o 2° ano do ensino médio na Escola Sesi Senai.

Segundo ele, além de ter sido a primeira experiência, o tempo foi um grande desafio, pois foram apenas dois meses de preparação até a competição. “Foi preciso correr contra o relógio”, diz ele. 

O tempo curto foi encarado como um desafio, não como um obstáculo pela equipe alagoana. “Para conquistar o prêmio no torneio FRC, precisamos de muitos processos de evolução de todos os envolvidos, não só meu e dos outros técnicos, mas, sentimos a evolução mais forte em nossos alunos. Nossa equipe, apesar de quase todos serem novatos, se mostrou excelente em todas as áreas”, disse o técnico João Victor Dantas.

Compartilhe: