Notícias

Rede Sesi Senai de Alagoas classifica três equipes para torneio nacional de robótica

Segunda-feira, 17 de maio de 2021

Todas as equipes alagoanas ganharam em 1° lugar no Desempenho do Robô

A Rede Sesi Senai de Educação de Alagoas encerrou a participação nas etapas regionais do Torneio First Lego League (FLL), nesse fim de semana, com oito prêmios, três equipes classificadas para a etapa nacional e uma na primeira suplência da competição promovida no Brasil pelo Sesi Nacional.

Na etapa do Maranhão, realizada nos últimos dias 13 e 14, a Cambtec, da Escola Sesi Cambona, levou os troféus de 1° lugar nas categorias Desempenho do Robô, Champion Awards e ainda teve o treinador Joab de Almeida Leite eleito como destaque. Resultado: a equipe está classificada para a etapa nacional, que ocorre agora em junho, de forma on-line, assim como os regionais, por conta da pandemia de Covid-19.

Outra equipe da Escola Sesi Cambona, a Robocamb, também ganhou em 1° no Desempenho do Robô, mas, acabou ficando na primeira suplência para a FLL nacional. As outras vagas de Alagoas são de equipes da Escola Sesi Senai Benedito Bentes, a Robomac e a Roboben.

Um ponto forte das equipes alagoanas ficou claro com o resultado obtido nos quatro regionais. "Nas etapas regionais, sediadas em estados diferentes (BA, PE, MA e RN), todas as nossas equipes ficaram em 1° lugar no Desempenho do Robô. Isso só mostra que os nossos alunos, juntamente com os técnicos, estão, realmente, trabalhando de maneira efetiva, fazendo um treinamento excelente, para conseguir chegar nessas premiações", disse o professor Eduardo Monteiro, coordenador das equipes de Robótica da Rede Sesi Senai de Alagoas.

Segundo ele, para a etapa nacional, a meta é aprimorar esses robôs - na construção e na programação - para enfrentar as melhores equipes do Brasil no Torneio FLL.

Aprendizado

Mesmo sendo uma competição remota, emoção e adrenalina não faltam, diz o aluno Tiago Moisés (2° ano), da Sesi Cambtec. "Com certeza, não existe nenhuma competição igual a esta", disse.

Tiago tem como colegas de equipe Fernanda Martins (2° ano), Juan Carlos Férrer (8°ano), Letícia Melo Oliveira (6⁰ ano) e Vinicius Melo Oliveira (8⁰ ano).

Foram fins de semana de dedicação e envolvimento até da família. A estudante do Sesi Sarah Cordeiro (2° ano) conta que a robótica impacta positivamente na vida de todos. "A FLL não impactou somente a mim e a minha equipe, mas, também, todos à nossa volta: os familiares, os amigos e até os funcionários da escola. Eles sempre estavam orgulhosos e na torcida por mim, minha mãe sempre comentava nas redes sociais da Robocamb, meus avós sempre me incentivavam, mesmo sem eles saberem direito como funcionava, além do grande apoio de ex-competidores", destacou.

Sarah revela que guardará para sempre os momentos de alegria e aprendizado que teve com o treinador Matheus Antônio Lima e os colegas de equipe Arthur Moura Sales (1° ano), Brunno Mendes (1° ano), Eduardo Nardelli (9° ano), João Guilherme (9° ano), Maria Tereza (9° ano) e Tandara Cordeiro (7°ano).

Reinvenção

Premiado como destaque no regional do Maranhão, o treinador Joab de Almeida Leite revela que a competição foi desafiadora. "A gente teve pouquíssimo tempo para se preparar, temos aí essa pandemia que impossibilita esse contato físico, esse calor, essa energia que o Torneio FLL tem a oferecer ao competidor e nós, enquanto técnicos e educadores, precisamos nos reinventar diariamente", ressaltou.

Compartilhe: