Notícias

Projeto da Escola Sesi Cambona é validado pelo astronauta Marcos Pontes

Quinta-feira, 01 de novembro de 2018

Pontes assinou o termo de validação do projeto “Protect Cosmic”, desenvolvido pela equipe Robocamb

O céu é o limite para os alunos da Escola Sesi Industrial Abelardo Lopes, localizada no bairro da Cambona, em Maceió. E ninguém melhor para atestar isso do que o primeiro astronauta da America Latina, Marcos Pontes. O engenheiro de 55 anos foi indicado ao cargo de ministro da Ciência e Tecnologia no próximo governo.

Durante almoço nessa quarta-feira, 31, em Manaus-AM, com o professor de Robótica Eduardo Monteiro e o aluno Leonardo Amorim, do 1º ano do ensino médio da Escola Sesi Cambona, Pontes assinou o termo de validação do projeto “Protect Cosmic”, desenvolvido pela equipe Robocamb. No documento, um profissional da área relacionada ao tema da pesquisa certifica a grande valia do trabalho.

O Protect Cosmic é uma barreira que impede a penetração de raios cósmicos em naves ou ônibus espaciais. O objetivo é reduzir a exposição de astronautas aos efeitos da radiação. O professor Eduardo Monteiro disse que o astronauta escutou atentamente a problemática e a solução proposta pela equipe. Marcos Pontes também deu sugestões.

“Conversar sobre ciência e tecnologia com o astronauta e futuro ministro Marcos Pontes e conseguir uma validação em nosso projeto de pesquisa nos trouxe um sentimento de confiança, que estamos direcionados para o caminho certo. Ele nos ouviu e nos deu feedbacks onde podemos melhorar e inovar com o projeto que será lançado em breve”, ressaltou.

“Em apenas algumas horas, a exposição do astronauta à radiação cósmica é 20 vezes maior do que o limite recomendável, na Terra, durante um ano. Isso causa várias doenças como mutações de DNA, câncer e degeneração das células. E ele [Marcos Pontes] fala nas palestras que é muito importante essa problemática”, explicou Leonardo, que representou a equipe.

Experiência – Como as escolas da Rede Sesi/Senai de Alagoas são referências na área de robótica – tendo conquistado prêmios nacionais e internacionais –, o professor e o aluno fizeram apresentações na abertura do torneio de robótica FLL Into Orbit. Eduardo Monteiro e Leonardo Amorim compartilharam experiências em Salvador-BA (18/08), Recipe-PE (29/10), Natal-RN (30/10) e Manaus (31/10).

Compartilhe: