Notícias

Mais de 500 alunos da Rede Sesi/Senai assistem à peça sobre reutilização do lixo

Quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Apresentações do projeto Relix foram na Escola Sesi, da Cambona, e na Escola Sesi/Senai, do Benedito Bentes

Lixo zero, com mínimo de descarte ambiental. Esse é um dos lemas do Projeto Relix, patrocinado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi/AL), que está percorrendo escolas de Maceió e continuará em outros municípios do Estado. Na segunda-feira, 29, a apresentação foi na Escola Sesi, localizada no bairro da Cambona; na terça, 30, na Sesi/Senai do Benedito Bentes. Aproximadamente 550 alunos assistiram ao espetáculo sobre sustentabilidade, desconstrução do senso comum sobre o lixo e conscientização.

Na escola Sesi da Cambona, o público, mais jovem, na média de 8 a 11 anos, ficou empolgado e saiu satisfeito. Júlia Tobias, de 9 anos e aluna do 4º ano do Ensino Fundamental, era só sorrisos com os dois Quadrinholix (cartilha integrante da peça) que ganhou. “Achei muito interessante, muito legal. Foi uma peça bem conscientizadora sobre o lixo. Deu para entender qual o recado que a peça quis deixar”, disse.

A professora Lucimar Santos ressaltou que o aprendizado para os alunos mais novos é significativo porque eles têm contato com a conscientização desde cedo.

Já no Benedito Bentes, a conversa teve um sentido maior: os estudantes se preocuparam principalmente com os problemas de saneamento no bairro, em que já houve enchentes causadas por entupimento de bueiros, consequência do excesso de lixo.

“Para mim, foi importante para conscientizar a população sobre a reutilização. Temos um problema de descarte de lixo e não reutilização, que causou essas enchentes. ma aula dessa ajuda muito. Nós tentamos reutilizar, fazer projeto para reutilizar o lixo com material orgânico, a borracha que nós vamos fazer um projeto agora”, contou o estudante Boaz de Souza, de 15 anos.

Para o diretor da Escola Sesi/Senai, Carlos Abreu, um lado importante é a oferta de um ensino técnico, envolvido diretamente com esse descarte de material. “Os nossos alunos serão futuros técnicos. No caso de Edificação, por exemplo, os resíduos das obras. Em informática, o lixo eletrônico. Já em administração, como que as empresas vão lidar com o tratamento dos resíduos. Então é importante a gente abordar essa temática desde o início”.

Compartilhe: